50ª Prova São Sebastião de Pesca e Lançamento

PAMPO CLUBE DE PESCA

20 E 21/01/2018

REGULAMENTO PARTICULAR

DIREÇÃO

Confederação Brasileira de Pesca e Lançamento-NPB

SUPERVISÃO

Federação de Pesca e Lançamento do Rio de Janeiro

 

ORGANIZAÇÃO

Pampo Clube de Pesca

 

Artigo 1º – DA FINALIDADE    

O Pampo Clube de Pesca realizará nos dias 20 e 21 de Janeiro de 2018 a 50ª Prova São Sebastião, com a finalidade de unir técnica e conhecimento de todos os Pescadores e Lançadores da NPB “Nova Pesca Brasileira”, Clubes de outros Países convidados e Atletas Avulsos também convidados.

Artigo 2º – NORMAS

Será disputado com base neste Regulamento Particular, na NORMA DA PESCA E LANÇAMENTO da CBPL-NPB e nas orientações do Ministério da Pesca.

Artigo 3º – LOCAIS DAS PROVAS

Lançamento – Será realizada no Campo de Lançamento do Pampo Clube de Pesca, localizado em Jaconé – Saquarema – RJ.

Pesca – Será realizada na praia em frente à Sede do Pampo Clube de Pesca, em Jaconé – Saquarema – RJ.

Artigo 4º – DAS INSCRIÇÕES

As inscrições deverão ser efetuadas, obrigatoriamente, através da Ficha de Inscrição, anexada ao final deste regulamento.

  1. a) O valor da inscrição por equipe será de:

a.1) Prova de Lançamento de caráter individual

  1. R$ 50,00 por atleta;

a.2) Prova de Pesca em trinca

  1. R$ 120,00, no caso de trincas formadas por atletas filiados à CBPL/NPB para inscrições feitas até 12/01; a partir desta data, a inscrição passará para R$ 140,00;
  2. R$ 100,00, no caso de trincas formadas por atletas não filiado para inscrições feitas até 12/01; a partir desta data, a inscrição passará para R$ 120,00;
  3. b) O valor da inscrição poderá ser depositado em conta corrente bancária do Pampo Clube de Pesca, no Banco Itaú, Agência: 0310, CC: 80835-7, ou nas lojas de pesca credenciadas. Para transferências, o CNPJ do Clube é 34.127.126/0001-43;
  4. c) A data limite para o encerramento das inscrições será no dia 19/01/2018, ou até serem completadas o número de vagas;
  5. d) As equipes que preferirem fazer as inscrições em meio digital, deverão enviar cópia do comprovante de depósito e as fichas de inscrição para o correio eletrônico diretoriapampo@gmail.com

Artigo 5º – DO NÚMERO DE PARTICIPANTES

A fim de se permitir o melhor aproveitamento dos recursos e garantir a perfeita realização das provas, limitar-se-á a quantidade de inscritos da forma a seguir:

  1. Prova de Lançamento: 70 atletas mais os incentivados;
  2. Prova de Pesca: 100 equipes compostas cada uma de 3 (três) atletas.

Artigo 6º – DURAÇÃO E HORÁRIOS DAS PROVAS

  1. Prova de lançamento: será realizada no dia 20/01/2018, sendo o primeiro tiro programado para às 08:00h; solicita-se que os atletas estejam no campo de lançamento às 07:00h para a cerimônia de abertura;
  2. Prova de pesca: será realizada no dia 21/01/2018, com início previsto para às 08:00h e encerramento às 12:00h.
  3. O ingresso à Cancha de pesca será no domingo, a partir das 06:30h, sendo proibida a pesca antes do horário de início da prova.

 

Artigo 7º – DO SORTEIO E CONGRESSO TÉCNICO

  1. Prova de Lançamento: Será realizada na sexta-feira, dia 19/01/2018, com início às 19h, com a presença de um único representante de cada Clube, na Sede do Pampo Clube de Pesca.
  2. Prova de Pesca: Será realizado no domingo, dia 21/01/2018, com início às 06:00h, com a presença de um único representante de cada equipe, na Sede do Pampo Clube de Pesca.
  3. Só serão consideradas inscritas e aptas a participarem do torneio, as equipes que efetuarem suas inscrições e o pagamento do valor das mesmas.

 

 

Artigo 8º – DOS PARTICIPANTES

  1. LANÇAMENTO
    1. Os atletas serão divididos por categorias, a saber:
      1. Incentivado – atletas nascidos até 2006;
      2. Juvenil – atletas nascidos até 2000;
  • Feminino – atletas do sexo feminino, independente da idade;
  1. Masculino – atletas do sexo masculino;
  2. Master – atletas a partir de 50 (cinquenta) anos completos;
  3. Sênior – atletas a partir de 60 (sessenta) anos completos.
  1. Para as atletas do sexo feminino, é facultada a participação em qualquer categoria, levando-se em consideração a faixa etária de cada uma.
  2. Cada atleta inscrito terá oportunidade de efetuar 3 (três) lances, sendo considerada, a título de classificação, a média aritmética dos mesmos.
  1. PESCA:
    1. As equipes serão divididas por categorias, a saber:
      1. Juvenil – atletas nascidos até 2000;
      2. Feminino – atletas do sexo feminino, independente da idade;
  • Masculino – atletas do sexo masculino;
  1. Master – atletas a partir de 50 (cinquenta) anos completos;
  2. Sênior – atletas a partir de 60 (sessenta) anos completos.
  3. Avulso – atletas não federados à clubes, independente da idade.
  • Geral – competem todos os atletas, sem exceção.
  1. Para as equipes do sexo feminino, é facultada a participação em qualquer categoria, levando-se em consideração a faixa etária de cada uma.
  2. As equipes mistas, compostas de atletas do sexo masculino e do sexo feminino, serão inscritas na categoria conforme sua idade;
  3. As equipes mistas com atletas do sexo masculino, sendo de categorias diferentes, serão inscritas na categoria do pescador mais jovem, exceto aquelas compostas por um atleta da categoria juvenil e outro de outra categoria, que serão inscritas na categoria masculina;
  4. As equipes, pertencentes a clubes filiados, deverão se apresentar uniformizadas e assim permanecerem durante todo o torneio;
  5. As equipes da categoria Não Filiados, não pertencentes a Clubes, deverão estar trajando camisa e bermuda durante todo o desenrolar do torneio;
  6. A diferenciação entre equipes de um mesmo Clube será determinada por cores;
  7. As eventuais coincidências de nomes das equipes não filiadas serão diferenciadas por cores, nome do local, cidade, estado e país de origem.

 

Artigo 9º – CANCHAS E RAIAS DE PESCA

A Cancha será dividida de forma crescente e sequencial, da direita para a esquerda, de quem olha para o mar.

  1. Haverá a divisão da Cancha por categorias na seguinte ordem (da direita para a esquerda de quem olha o mar): Juvenil, Feminina, Sênior, Master, Masculino e Avulso;
  2. As Raias terão o tamanho mínimo de 10 (dez) e máximo de 30 (trinta) metros cada uma, de acordo com a necessidade da organização

 

Artigo 10º – DO EXERCÍCIO DA PESCA:

  1. a) Será exercido exclusivamente dentro da raia demarcada para a equipe, não podendo esta ocupar ou passar para outra raia, mesmo que esteja desocupada, exceto para recolher uma peça fisgada, quando todos os demais atletas deverão facilitar a captura da mesma;
  2. b) Os lançamentos deverão ser realizados perpendicularmente à linha d’água, devendo ser imediatamente recolhida a linha que, por efeito do vento ou da corrente, invadir a raia vizinha;
  3. c) Cada equipe poderá ter em ação de pesca 03 (três) varas, podendo manter na reserva, cada um de seus atletas, até 02 (duas) varas totalmente montadas, mas, SEM ANZÓIS;
  4. d) Equipes que estejam com 2 (dois) atletas poderão utilizar, ao mesmo tempo, 3 (três) varas em ação.
  5. e) As varas reserva deverão, obrigatoriamente, estar posicionadas a pelo menos 02 (dois) metros das varas em ação de pesca, e, viradas na direção inversa do mar;
  6. f) O atleta somente poderá sair de sua raia após retirar da água seu material de pesca;
  7. g) Os atletas poderão receber ajuda somente de seus companheiros de equipe;
  8. h) É proibido a pesca, ou qualquer tipo de arremesso, no local da competição, após a demarcação da Cancha, até o efetivo início da prova;
  9. i) O início e o fim da prova serão indicados pelo espocar de foguetes;
  10. j) As peças capturadas por mais de um atleta, de equipes diferentes, terão a divisão dos pontos entre aqueles que a capturaram pela boca, ou entre todos, caso nenhum a tenha capturado pela boca;
  11. k) O atleta deverá recolher imediatamente o seu equipamento de pesca, colocando-o à seco após o espocar dos foguetes. Este terá uma tolerância de 2 (dois) minutos caso esteja com peça fisgada e de até 10 (dez) minutos, caso a peça capturada tenha mais de 2 (dois) quilos.

Artigo 11º – DO MATERIAL DA PESCA:

  1. a) Varas de pesca de tamanho livre, providas de molinetes ou carretilhas de qualquer tipo e procedência.
  2. b) Paradas (rabichos, chicotes) com até (02) dois anzóis convencionais de ponta única.
  3. c) Linhas, paradas, chicotes, arranques, de espessura livre e ou confeccionadas em aço.
  4. d) Chumbadas (pesos) livres, desde que com densidade maior que a água.
  5. e) Bicheiros, puçás, calões (fincadores, secretárias, descansos, esperas), totalmente livres.
  6. f) Balde, obrigatório e por conta de cada participante.
  7. g) Flutuadores são permitidos nas pernadas.

Artigo 12º – DAS ISCAS PERMITIDAS:

Serão permitidas como iscas o camarão morto in natura, lulas mortas, sardinha filetada, sarnambis, minhocas de praia, tatuís e corruptos, todos por conta de cada atleta participante.

Artigo 13º – DOS PEIXES:

A fim de preservar as espécies, serão seguidas premissas rígidas de avaliação das peças capturadas, somente sendo consideradas válidas de acordo às regras a seguir:

  1. Será observado o tamanho mínimo definido para as diversas espécies, conforme a tabela do IBAMA (IN nº 053/2005) e MAPA.
  2. Gabarito mínimo de 15 cm para todos espécimes capturados que não constam na lista de tamanhos mínimos da portaria 53/2005 do IBAMA.
  3. Espécimes que constam da lista de tamanhos mínimos da portaria 53/2005 do IBAMA só pontuarão se tiverem medidas acima da portaria IBAMA.
  4. Para espécimes da tabela IBAMA que tem medida inferior à 15 cm só serão validados para pontuação peixes com 15 cm ou mais.
  5. Espécimes protegidos não pontuarão e deverão ser soltos imediatamente após captura mantendo a integridade do peixe.
  6. As Raias e Cações de quaisquer espécies não serão válidos.

 

Artigo 14º – DA ARBITRAGEM E FISCALIZAÇÃO

A arbitragem será exercida por árbitros indicados pela FEPELERJ, que indicarão os auxiliares.

 

Artigo 15º – DA PONTUAÇÃO

  1. LANÇAMENTO:
    1. Será feita a média aritmética dos lances de cada atleta.
    2. Para apuração do resultado interclubes, será contabilizado o melhor resultado de cada atleta, nas 4 (quatro) melhores categorias representadas. Esta será feita tomando-se como base a tabela COSAPYL.
  2. PESCA:
    1. A pontuação adotada será de 1(um) ponto por peça e 1(um) ponto a cada 50 (cinquenta) gramas ou fração do peso total pescado.
    2. A título de incentivo, todos os Pampos (Trachinotus goreensis; Trachinotus carolinus; Trachinotus cayennensis; Trachinotus falcatus; Peprilus paru; Trachinotus goodei) terão uma bonificação de 20 (vinte) pontos por peça.
    3. Serão contabilizados 100(cem) pontos a cada equipe que trouxer, em saco distribuído pela organização, todo o lixo gerado por sua equipe, bem como o que for encontrado em sua cancha.
    4. Para apuração do resultado interclubes, será contabilizado o resultado das melhores equipes, nas 4 (quatro) melhores categorias representadas. Esta será feita tomando-se como base a tabela COSAPYL.
    5. Os empates serão decididos, obedecendo-se a seguinte ordem: Maior quantidade de peças, Maior peso, Maior quantidade de Pampos, Maior peça e Sorteio.
    6. Qualquer reclamação deverá ser procedida no momento da pesagem. Não havendo, perderá a equipe, o direito de reclamar sobre a sua pontuação obtida.

Artigo 16º – DA APURAÇÃO DOS RESULTADOS

  1. Serão realizadas as totalizações das pontuações dos atletas e clubes após cada prova, pela comissão de arbitragem, na Sede do Pampo Clube de Pesca, ao findar de cada prova.
  2. Para a prova de Pesca, os sacos contendo os peixes de cada equipe deverão ser entregues, obrigatoriamente, em até 1 hora (Uma hora) após o término da prova, sob pena de desclassificação.

Artigo 17º – DA PREMIAÇÃO

  1. LANÇAMENTO:
    1. Categoria Incentivado……………………do 1º ao 3º lugar (3 troféus).
    2. Categoria Juvenil…………………………..do 1º ao 3º lugar (3 troféus).
    3. Categoria Feminino……………………….do 1º ao 3º lugar (3 troféus).
    4. Categoria Masculina………………………do 1º ao 3º lugar (3 troféus).
    5. Categoria Master…………………………..do 1º ao 3º lugar (3 troféus).
    6. Categoria Sênior…………………………..do 1º ao 3º lugar (3 troféus).
    7. Torneio Interclubes………………………..do 1º ao 3º lugar (3 troféus).
    8. Maior lance por Categoria………………………………………… 6 troféus.

 

  1. PESCA:
    1. Categoria Juvenil…………do 1º ao 3º lugar (3 troféus e 9 medalhas).
    2. Categoria Feminino……..do 1º ao 3º lugar (3 troféus e 9 medalhas).
    3. Categoria Masculina…….do 1º ao 3º lugar (3 troféus e 9 medalhas).
    4. Categoria Master…………do 1º ao 3º lugar (3 troféus e 9 medalhas).
    5. Categoria Sênior………….do 1º ao 3º lugar (3 troféus e 9 medalhas).
    6. Categoria Avulsa……….do 1º ao 5º lugar (5 troféus e 15 medalhas).
    7. Torneio Interclubes………do 1º ao 3º lugar (3 troféus e 9 medalhas).
    8. …………………………..do 1º ao 5º lugar (5 troféus e 15 medalhas).
    9. Maior peça……………………………………..do 1º ao 3º lugar (3 troféus).

 

Artigo 18º – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Os organizadores, patrocinadores e autoridades da competição, não se responsabilizam por perdas, danos, extravios ou roubos de bens materiais de concorrentes, acompanhantes, visitantes e públicos em geral, antes, durante ou após a realização das provas, nem por acidentes que os participantes possam provocar ou sofrer em decorrência de sua participação no evento. As dúvidas ou casos omissos no presente Regulamento serão resolvidos pela Arbitragem da prova.

Os Atletas deverão obrigatoriamente e sob sua responsabilidade, estar de posse da licença do IBAMA ou do Ministério das Pesca devidamente atualizada.

Os Pescadores (Equipes) serão responsáveis pela limpeza de sua raia. Pedimos atenção para anzóis na areia.

 

SAQUAREMA, 09 DE NOVEMBRO DE 2017

 

 

MARCUS VINICIUS BERNARDO SILVA

PRESIDENTE DO PAMPO CLUBE DE PESCA