Parâmetros para apresentação de Orçamentos na Assembleia do dia 01/06/2013

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA DE ACABAMENTO

Referente: Blocos 1, 2 e 3 do Pampo Clube de Pesca

Assunto: Reforma e acabamento dos blocos

Local: Av. Beira Mar nº 5.264 – Praia de Jaconé – Saquarema – RJ

DO OBJETIVO

O presente memorial tem como finalidade apresentar as instruções que deverão ser consideradas na execução do orçamento pela empresa interessada.

1. INFORMAÇÕES TÉCNICAS

A fiscalização da obra ficará a cargo de responsável técnico indicado pelo construtor, que em atendimento às determinações da Diretoria, designe a forma técnica de execução das obras.

O andamento da obra e todas as ocorrências deverão ser registrados no Diário de Obras. A elaboração e a manutenção do Diário de Obras são de responsabilidade da contratada. Nele, deverão ser anotadas diariamente, pelo responsável, informações sobre o andamento da obra, tais como: número de funcionários, equipamentos, condições de trabalho, condições meteorológicas, serviços executados, registro de ocorrências e outros fatos relacionados, bem como, comunicados à Diretoria sobre a situação da obra em relação ao cronograma proposto.

O Diário de Obras deverá ser examinado pelo administrador do clube que terá a responsabilidade de acompanhar as obras

Toda mão de obra empregada deverá ser especializada, ou receber treinamento adequado de forma a ser realizada com toda a segurança necessária e a obter resultados de acabamento de 1ª qualidade em todas as etapas da construção.

Antes de iniciar a obra, deverá ser realizada uma reunião entre a contratada e a Diretoria para esclarecimentos que se fizerem necessários sobre aspectos de execução de obra, conforme orientações estabelecidas em projetos.

Todas as etapas da obra deverão ocorrer normalmente sem que o Clube venha a interromper totalmente suas atividades. Todas as fases devem ser programadas em conjunto com a Diretoria e mediante autorização expressa desta.

A proponente vencedora deverá incluir em seu orçamento-proposta todos os serviços,  mesmo quando não especificada em projeto, mas necessários para a total segurança dos operários, sócios e convidados, bem como para o perfeito acabamento, funcionamento e estabilidade da edificação.

2. Instalações do Canteiro de Obras:

A proponente deverá construir em local determinado pela Diretoria um barracão para alocação de materiais e demais insumos da obras.

O clube deverá fornecer alojamento para os empregados, sendo certo que ao final da obra, os mesmos deverão ser reformados e entregues ao clube, pronto para uso.

3. Colocações de Placa de Obra:

Deverá ser instalada uma placa em cada bloco reformado, com as anotações legais exigidas pelo CREA e pela Prefeitura local.

4. Demolições e Retiradas:

O destino do entulho resultante das demolições da construção civil deverá ser de responsabilidade do proponente, devendo ser dado destino legalmente aceito, sem despejos clandestinos ou em áreas inapropriadas, sendo de inteira responsabilidade do proponente, eventuais sanções pela destinação indevida dos dejetos e entulhos decorrentes da obra aqui orçada

 

5. Serviços a Executar

– Laterais e parte traseira dos blocos

– Piso dos corredores

– Paredes dos corredores

– Piso das escadas

– Paredes das escadas

– Teto dos corredores, escadas e garagem

– Pilares e garagem do Bloco 3

– Parapeito dos Blocos

– Piso da garagem do Bloco 3

6. Individualização dos Serviços

6.1 – Laterais e parte traseira dos blocos

a) Todas as paredes laterais e traseiras deverão receber aplicação de impermeabilizante líquido apropriado.

b) As referidas paredes, após a impermeabilização, receberão massa de textura colorida, aplicada com desempenadeira normal e texturada verticalmente com desempenadeira de plástico.

6.2 – Piso dos corredores

Nos corredores, depois de quebrado o piso atual, deverão receber correção no contrapiso e colocação de peças de piso (cerâmicas, porcelanatos ou afins) com argamassa com cola.  Os rejuntes deverão ser finos, em material próprio, na menor medida permitida pelo fabricante do piso comprado.

6.3 – Paredes dos corredores

Nos corredores, depois de quebrado o azulejo atual, deverão receber correção para aplicação de novo revestimento, a ser aplicado com argamassa com cola.  Os rejuntes deverão ser finos, em material próprio, na menor medida permitida pelo fabricante da cerâmica comprada.

6.4 – Piso das escadas

Depois de quebrado o piso atual das escadas, estas deverão receber correção no contrapiso bem como deverão ser igualados os patamares nas suas alturas e larguras, com a colocação de peças de granito não polido, assentado com argamassa de cola apropriada.

6.5 – Paredes das escadas

Nos corredores das escadas, depois de correção da parede, será aplicado o acabamento em peças a serem escolhidas pela Contratante (cerâmicas, porcelanatos ou afins) com argamassa com cola, até metade da altura da parede.  Os rejuntes deverão ser finos, em material próprio, na menor medida permitida pelo fabricante da cerâmica comprada.  A metade superior deverá ser acabada com textura em igual forma e aplicação da fachada externa.

6.6 – Teto dos corredores, escadas e garagem

Reparo do emboço de todos os tetos, com colocação de novos conduítes e fios, bem como pontos de luz na frente de todos os apartamentos e na garagem.  O teto deverá receber aplicação de massa corrida e pintado com tinta PVA ou Acrílica.

6.7 – Pilares e garagem do Bloco 3

Fechamento do estreitamento superior dos pilares, igualando a espessura dos mesmos até o teto, com aplicação da mesma textura da fachada nos mesmos.  Os prismas externos e parte externa das suítes, com textura em igual forma e aplicação da fachada externa.

6.8 – Parapeito dos Blocos

Os parapeitos dos blocos deverão ter os cobogós demolidos, com a construção de nova fachada, de acordo com o modelo discorrido no anexo I

6.9 – Piso da garagem do Bloco 3

O piso da garagem do bloco 3 deverá receber uma fina camada de concreto, de forma a deixá-lo liso e uniforme, para recebimento de pintura com tinta apropriada para piso.

7. Apresentação de Orçamentos:

Os preços deverão ser apresentados da seguinte forma:

a) Impermeabilização e textura das paredes laterais e traseiras – Preço por m2

b) Colocação de piso nos corredores – Preço por m2

c) Colocação de revestimento nas paredes dos corredores – Preço po m2

d) Colocação de granito nas escadas – Preço por cada escada de cada Bloco

e) Acabamento dos tetos – Preço por m2

f) Reestruturação elétrica dos tetos – Preço por bloco

g) Pilares da garagem do Bloco 3 – Preço por cada pilar

h) Acabamento dos parapeitos – Preço por cada unidade (frente de cada apartamento)

i) Texturização de toda a garagem do Bloco 3 – Preço total

j) Concretagem e pintura do piso da garagem – Preço total

I – Os orçamentos deverão ser subscritos por pelo menos dois sócios proprietários, que atestarão o conhecimento acerca de outros serviços prestados pelo proponente, bem como deverão ser apresentadas fotos de pelo menos 3 outras obras concluídas pelo proponente, com atestado de veracidade subscrito pelo proprietário da obra.

II – Caso a Assembleia já conheça o serviço de algum proponente e por maioria dos votos presentes, isente o mesmo da apresentação dos itens constantes no inciso I acima, os mesmos não se farão necessários.

III – Além dos valores unitários acima discorridos, o proponente deverá apresentar o valor total para a execução geral das obras, considerando a totalidade de metros quadrados e unidades de obras a serem executadas.

8. Apresentação de Cronograma

Cada item discorrido nos serviços a serem executados (item 6), deverá ser apontado no orçamento, informando o tempo previsto para execução do mesmo em cada bloco, sendo certo que o orçamento fará parte integrante do contrato a ser executado, motivo pelo qual poderá ensejar a rescisão contratual, bem como a retenção do pagamento até a sua conclusão, já que pagamento de dará por medição dos serviços efetivamente executados.

9. Encerramento dos serviços

No fim dos serviços, deverá ser observado o estado de limpeza e conservação. Deverão apresentar funcionamento perfeito todas as instalações, equipamentos e aparelhos, com as instalações definitivamente ligadas às redes de serviços públicos (água, esgoto, luz e força, telefone, gás, etc.)

Durante o desenvolvimento da obra, será obrigatória a proteção dos pisos cerâmicos e demais itens recém concluídos, nos casos em que a duração da obra ou a passagem obrigatória de operários assim o exigir.

Serão lavados convenientemente e de acordo com as especificações, os pisos cerâmicos, cimentados, bem como os revestimentos de azulejos e ainda, aparelhos sanitários, vidros, ferragens e metais, devendo ser removidos quaisquer vestígios de tintas, manchas e argamassa.

Os azulejos serão inicialmente limpos com pano seco; salpicos de argamassa e tinta serão removidos com esponja de aço fina; lavagem final com água em abundância.

A limpeza dos vidros far-se-á com esponja de aço, removedor e água.

Os aparelhos sanitários serão limpos com esponja de aço, sabão e água. Os metais deverão ser limpos com removedor. Não aplicar ácido muriático.

É terminantemente proibido o uso de ácido muriático para lavagem de piso cerâmico, azulejos, calçadas em concreto e peças de ferro/metálicas.

10. DESMOBILIZAÇÕES DAS INSTALAÇÕES DO CANTEIRO

A contratada deverá executar, após o encerramento dos serviços de construção do prédio, a tarefa de desmontagem de todas as instalações provisórias do canteiro de obras. O prazo para esse serviço deve estar incluso no prazo total a obra.

11. INSPEÇÕES FINAIS

Após o encerramento de todos os serviços da obra, deverá ser feita a inspeção final com a participação conjunta da Contratada e do Contratante, produzindo-se o Relatório de Inspeção Final, no qual serão apontados todos os eventuais acertos ou complementos de serviços constantes no contrato.

12. Disposições finais

Apresentados os orçamentos na reunião a ser realizada em 01/06/2013, o proponente contratado deverá iniciar as obras em 7 dias contados da assinatura do contrato.

Saquarema, 01 de maio de 2013.

Pampo Clube de Pesca

 

 

 

Anexo I

– Fachadas dos Blocos

 

 

 

 

 

 

Os parapeitos deverão ser em estrutura tubular de alumínio anodizado marrom.