Pampo brilha na Prova do 50º Aniversário do Atlântico Sul

A comemoração do Jubileu de Ouro do Clube de Pesca Atlântico Sul foi grandiosa em todos os seus aspectos e nosso clube se fez presente de forma igualmente grandiosa.  Ao final dos dois dias de prova, o 3º Lugar geral no Lançamento e o 2º Lugar geral da pesca, dando ao Pampo o 2º Lugar geral da prova

Éramos a maior delegação de fora do Rio Grande do Sul.  Nossa alegria, união e dedicação contagiaram a todos os amigos da Nova Pesca Brasileira, que juntamente com o Pampo realizaram uma das maiores e mais competitivas provas dos últimos tempos.  Eram 19 clubes, quase 250 atletas, numa prova linda e que selou o reencontro de tantos amigos que por lá estiveram.

Há de se fazer aqui um agradecimento a todos os atletas Pampistas, que com garra, alegria e competência construíram esta vitória.

Inicialmente e não por acaso, há de se fazer uma menção honrosa a um dos atletas mais respeitados e consagrados do Brasil. Falo do Carlos Gens, que saiu do Rio de Janeiro preparado para disputar a prova de pesca em dupla formada com o Duda, na categoria Máster.

Na reunião entre o Diretor de Esportes, João Aversa com toda a delegação um dia antes da prova, chegou-se à conclusão de que o clube ficaria enfraquecido perante os outros na disputa pelo título interclubes, já que não teríamos ninguém do Pampo na categoria Sênior, sendo certo que todas elas contavam para a apuração do clube vencedor.

Chegou-se à conclusão que caso o Carlos Gens disputasse a prova de pesca sozinho, mesmo que esta desigualdade lhe tirasse a possibilidade de ganhar o campeonato de duplas, qualquer que fosse a sua classificação, seria muito mais importante para o Clube que uma falta de pontuação na categoria.

Abdicando de todos os aspectos pessoais e no intuito maior de ajudar o Pampo, ele decidiu disputar sozinho a prova de pesca em duplas, deixando Edson Elias, que não iria pescar, a função de servir de parceiro para o Duda.

Mostrando porque é um dos mais respeitados atletas do Brasil, Carlos Gens, mesmo sozinho, conquistou o 5º lugar na categoria e teve importância ímpar na conquista do 2º lugar geral do torneio pelo Pampo.

 

O futuro do Pampo está garantido!  Ver como Mylena e Gabriel se esforçaram para conseguir os melhores resultados foi algo que contagiou e emocionou a todos.  E os resultados vieram, tanto que os mesmos foram fundamentais para a colocação que tivemos, culminando com o segundo lugar na prova de pesca.  Parabéns Juventude Pampista !

O quadro feminino presente fez bonito nas duas provas.  No Lançamento, o 4º Lugar alcançado pela Rosângela, colocando o Pampo em 3º na categoria, foi outro resultado que se somou aos demais para nos dar a colocação invejável conseguida pelo Grupo.  Na praia, juntamente com a Thaís, um novo 4º lugar abrilhantou nossa participação na prova.

O retorno da Thaís foi algo que emocionou a muitos dos que estavam lá.  Era sensível aos olhos de cada um, como era festejado e comemorado o retorno desta atleta que tanto ama as nossas cores.  Parabéns Thais!

Nossa mais forte e preparada equipe infelizmente não conseguiu traduzir a competência e os treinos em realidade, já que nossa equipe de Masters não teve ninguém com os três tiros lá dentro.  Sabendo que a prova havia fugido de suas mãos, o Duda falou que iria para o maior tiro da prova.  Falou e fez !  Parabéns ao nosso Duda pelo troféu de maior tiro da categoria Masters.

No masculino, o destaque foi para o Gabriel, que fechou a cancha no sábado e juntamente com o Flávio, conquistou o terceiro lugar na pesca, ajudando em muito no somatório de pontos para a colocação geral do clube.  Por isso, ficam aqui nossas homenagens a eles.

Não menos importante foi o terceiro lugar alcançado pelo Neilton na prova de lançamento, posição esta que foi fundamental para chegarmos ao terceiro lugar geral na referida prova de lançamento. Há de se lembrar também a participação do Edson, que em sua primeira prova fora de nosso estado, conseguiu fechar a cancha e por muito pouco não levou um troféu de Pinhal.

Na última noite fomos brindados com uma festa digna de uma celebração de jubileu de ouro. O nosso presidente, Edson Elias, prestou uma bonita homenagem e presenteou o Clube Atlântico Sul com uma placa comemorativa, além de dois belíssimos presentes que foram oferecidos pelo nosso atleta Sebastião Rocha.

Texto da Placa:

“IRMÃO: do latím germanum – aquele que é filho do mesmo pai e da mesma mãe, ou só filho do mesmo pai ou só filho da mesma mãe, biológica ou adotiva. Pode-se chamar de irmão também aquele que se tem laço forte de amizade, tendo o mesmo significado de amigo.

Nestes momentos em que as palavras são poucas diante do tamanho e da grandeza de um sentimento, na tentativa de encontrar num dicionário, a forma de simplificar e traduzir estes sentimentos decorrentes do relacionamento entre o Pampo Clube Pesca e o Clube de Pesca Atlântico Sul, não encontramos vocábulo mais apropriado senão a palavra IRMÃO.

E assim o foi desde o início !  Coisa de irmão mais novo: olhar para o mais velho com um olhar de quero ser assim.  Crescemos mirando-nos no modelo de nosso irmão, querendo ser grande como ele, obter as mesmas conquistas, alcançar respeito e liderança, vislumbrar naquele modelo, o caminho que teríamos que seguir.

Nossa sede é um espelho disso, já que nossos fundadores trataram de buscar os mesmo traços arquitetônicos verificados em nosso irmão do Sul.  Porém acima dos aspectos físicos, sobressai o aspecto sentimental, já que reina em nossos corações os mesmos ideais de amizade, lealdade, respeito e liberdade.

E assim a roda continuará girando, esperamos que por mais outros tantos anos que o esporte vier a nos proporcionar.  Mostraremos, assim, que todos passam, porém, IRMÃO é para todas as vezes em que a vida nos fizer dele precisar.

Parabéns, ao nosso grande IRMÃO, CLUBE DE PESCA ATLÂNTICO SUL !

É a homenagem do PAMPO CLUBE DE PESCA pela passagem de seu 50º aniversário de fundação.

Pinhal, 07 de abril de 2012”

 

E foi assim… Uma belíssima prova, uma belíssima festa e mais uma belíssima participação do nosso clube. A prova já começou deixando saudades dos momentos felizes e dos reencontros acontecidos no balneário de Pinhal.

Ao término dessa prova tivemos a certeza que tudo que ocorreu nos últimos 4 meses dentro da pesca brasileira foi uma prova de união, sabedoria e coragem.

Imagem de Amostra do You Tube

Viva a Nova Pesca Brasileira !

Texto: Edson Elias e João Aversa